Navegador do Google alcança 1% dos acessos no Brasil

Em quatro dias, o Chrome, navegador do Google, conseguiu 1,11% dos acessos à internet no Brasil, ficando em terceiro nesse mercado, atrás de Internet Explorer e Firefox. Os dados, da consultoria Predicta levam em conta as primeiras 48 horas de existência do programa, entre terça (2) e quinta-feira (4).

Com o resultado, o programa ficou à frente de Safari (0,89%) e Opera (0,22%), mas bem atrás do Internet Explorer (87%) e Firefox (10,77%). Na avaliação da Predicta, ainda que a participação do Chrome seja pequena, o lançamento deve ter impacto sobre outro mercado, o de buscas.

"A queda que a Microsoft tem sofrido nos últimos meses ainda é pequena, mas tem impacto direto no multimilionário mercado de buscadores, já que o padrão do Internet Explorer é o Live Search da Microsoft, contra o Firefox e o Chrome, que usam o Google" afirma Fred Pacheco, gerente de Business Intelligence da consultoria, em nota.

A chegada do Chrome rememora a batalha da Microsoft contra a Netscape pelo domínio dos browsers de internet --briga que gerou inclusive batalhas judiciais.

Segundo a consultoria, apesar de o grande alvo do Google ser a Microsoft, quem deve sofrer em um primeiro momento será o Firefox, desenvolvido pela Fundação Mozilla. Isso porque o Firefox é mais utilizado pelos chamados "early adopters" --pessoas que experimentam lançamentos antes dos demais--, mesmo grupo atraído pelo Chrome.

Prova disso é que, entre esses internautas, o navegador do Google já alcança 5,16% dos acessos, de acordo com a consultoria.

Para alavancar o download do Chrome, o Google adotou uma estratégia agressiva. Colocou um link na capa de seu sistema de buscas convidando os internautas para fazerem o download do Chrome. Trata-se de um instrumento de propaganda extremamente eficiente, já que grande parte da internet passa por ali todos os dias.

Fonte: Folha Online

Voltar
Copyrights © Habblack 2008-2009. Habblack, Forum, Habblackpedia E Comunidade. O Habblack Não Pertence A Sulake Group E Nem Habbo Corporation. termos De Uso HABBLOG